Disfunção erétil ainda é um tabu?

A impotência sexual ou disfunção erétil é a incapacidade de conseguir ou manter o pênis ereto durante a relação sexual.

Apesar de atingir uma parcela considerável de homens no mundo todo, ainda é uma doença que não é tratada na mesma proporção que se apresenta.

Pesquisas comprovam que a incidência aumenta com a idade, mas afeta homens de todas as idades.

Então a pergunta é: a impotência sexual ainda é um tabu?

Por mais incrível que pareça, muitos urologistas, que são especialistas nesta área, relatam que ainda hoje os homens têm vergonha de falar sobre este assunto.

Muitos pacientes chegam aos seus consultórios relatando outros assuntos, procurando uma forma de superar a timidez para dizer o que realmente o levou até aquela consulta. Muitas vezes é necessário quase arrancar deles a confissão do problema.

A nossa sociedade imprimiu no homem a ideia de que ele nunca pode “falhar” e que se isto acontecer ele será menos homem.

É muito difícil para o homem admitir que não está tendo uma ereção satisfatória até mesmo diante de um profissional da saúde.

Este preconceito tem que acabar, pois muitos homens sofrem calados com vergonha de buscar ajuda, sendo que hoje existem estimulantes sexuais naturais como o TITTANUS que ajuda o homem conseguir melhorar a ereção novamente.

Este tema tem que ser debatido e esclarecido. É uma disfunção normal, que atinge uma grande quantidade de homens e tem tratamento e solução.

Em primeiro lugar o profissional vai encontrar a causa ou a causas junto com o paciente. De acordo com o motivo ele indicará um tratamento específico.

Az causas da impotência podem ser:

  • Consumo em exagero de bebida alcoólica e cigarro.
  • Problemas hormonais.
  • Doença psicológicas como: depressão, estresse, autoestima baixa, trauma emocionais etc.
  • Uso de drogas.
  • Diabetes.
  • Hipertensão.
  • Obesidade.
  • Uso de medicação por tempo prolongado.
  • Insuficiência renal (crônica).
  • Disfunção hormonal.
  • Alterações no órgão genital. (Casos mais raros).

Seja qual a for a causa, se você está passando por este problema, procure ajuda de um profissional de saúde que ele saberá lhe orientar da maneira mais indicada para solucionar esta situação, devolvendo a você sua saúde e seu desempenho sexual.  O tratamento pode ser bem mais simples e rápido do que você imagina. É necessário e urgente terminar com este tabu e o mal-estar que os homens sentem ao tratar deste assunto.

8 Dicas Para Ter Uma Vida Saudável

Se você sente que suas emoções dominam sua vida sem que você possa fazer algo para evitá-lo, talvez você precise rever alguns pontos de sua saúde emocional. Não entenda mal: abrir espaço para os seus sentimentos, lutar por eles e deixar-se guiar é muito bom. O ponto de alguém emocionalmente saudável é que não traz problemas no seu dia a dia. 

Se, por outro lado, você sente que não consegue lidar com suas emoções e tem permanentemente a sensação de não ser o dono de si mesmo, há um problema que não tem nada a ver com sentimentos. O ambiente que o rodeia e a maneira como você se relaciona com ele podem estar afetando sua saúde emocional.

Você deve saber que ser emocionalmente saudável é uma decisão. 

É o mesmo que decidir estar em forma. Requer um pouco de esforço, exercitar certos aspectos e “fazer dieta” daquelas coisas que não lhe fazem bem.

Se você receber esse equilíbrio é o mesmo que com o corpo: uma vez que você começou a onde você quer para ser uma maneira sistemática e equilibrada, não vai custar muito trabalho para ficar lá. 

Há muitas coisas que você pode começar a ser emocionalmente saudável. Mas também há muitos que você deveria parar de fazer de uma vez por todas. 

Veja essas 8 dicas, e você sentirá muito melhor emocionalmente.

1. Busque aprovação constante

Pessoas com boa saúde emocional não esperam a aprovação constante dos outros. Claro, todos nós gostamos de saber que o que fazemos agrada os outros. 

Mas se você quer ser emocionalmente saudável, deve ter a convicção de que a única opinião que conta para a sua vida é a sua. Um dos outros sempre tem que vir em segundo lugar. 

2. Deixe os outros controlarem suas emoções

Na mesma linha do ponto anterior, é importante saber que, muitas vezes, essas emoções negativas que você sente o tempo todo não são suas: você as está tirando dos outros.

Aquele amigo que usa você como depositário de todos os seus problemas. Aquele colega tóxico que só te lembra o quanto você faz coisas ruins. Até mesmo seus pais, julgando suas decisões. 

É normal sermos afetados pelo que acontece em nosso ambiente, mas é hora de você sentir e pensar até que ponto vai deixar sua saúde emocional nas mãos dos outros.

3. Desconfie de suas habilidades

A coisa mais importante se você quer ser emocionalmente saudável é ter plena confiança em si mesmo. De que você é capaz, em suas habilidades e nas coisas que o tornam único. 

Você tem que saber que o que você propôs pode não chegar durante a noite. O que exigirá seu esforço e, acima de tudo, sua convicção. Portanto, você deve estar sempre convencido de que é capaz de fazê-lo, mesmo quando surgem dificuldades. 

4. Colocando-se no lugar da vítima

Muitas vezes tendemos a nos vitimar e culpar os outros por nossos problemas. Ser emocionalmente saudável significa reconhecer que você não pode controlar o que está fora de você, mas pode controlar sua atitude em relação a ele.

Isso quer dizer: você decide o quanto isso afeta o que acontece ao seu redor. Você não é uma vítima do que acontece com você: você é o ator principal em sua vida e tem o poder de sempre decidir. 

5. Sempre diga sim

Assim como você pode decidir como as coisas afetam você, logicamente, você tem o poder de decidir sobre si mesmo. Dos seus tempos, do seu corpo e da sua vida, você é o dono absoluto. 

Então, se você quer ser emocionalmente saudável, deve saber quando dizer sim e quando dizer não. Se você sempre diz sim, o mundo inteiro se torna seu mestre, e não permite que você tome suas próprias decisões, porque sempre haverá alguém lá exigindo algo de você.

6. Medo da mudança

medo é um dos piores sentimentos que você pode ter. É, talvez, a emoção que nos impede de avançar e ser melhor. 

Se você entende a mudança como uma oportunidade real de crescer e melhorar sua vida, pode se beneficiar dela. 

7. Perder tempo

Vamos lá, isso não significa que você deve passar o dia todo trabalhando. Mas as pessoas com emoções saudáveis ​​dedicam a maior parte do tempo às coisas que as fazem bem, que as ajudam a se aproximarem de onde querem estar. 

Perder tempo significa passar o dia todo fazendo coisas que não têm nada a ver com você ou com seu estilo de vida, só porque você acha que deveria fazê-las. 
Para ser saudável emocionalmente, você precisa dar prioridade a tudo o que implica ser melhor.

8. Acredite que a felicidade “vem” (sem você se mexer)

felicidade chega, sim. Mas o erro é acreditar que é algo que vem sozinho. Se você quer ser emocionalmente saudável, a lição mais importante que você deve aprender é esta: felicidade que você constrói dia a dia.

 
Se você conseguir entender que estar bem não depende de ninguém além de você, estará muito mais perto de estar exatamente onde você quer.