Coordenação motora e os benefícios para o corpo - Endorfina


Coordenação motora e os benefícios para o corpo

06/2015

A valência física “coordenação motora” é de grande importância para o ser humano na realização de tarefas diárias, na prática da atividade física ou no esporte de alto rendimento. Coordenação motora é a capacidade de usar de forma eficiente a musculatura esquelética, resultando em uma ação global eficiente (equilibrada, segura e econômica).

body-stepTodas as atividades dependem diretamente que o nosso o corpo se mantenha em equilíbrio (correr, pedalar, nadar, pular, etc.), e exatamente nesta busca constante pelo equilíbrio, seja em movimentos bruscos ou delicados e precisos, envolvemos a capacidade do cérebro em estimular e recrutar fibras musculares específicas para a realização de um gesto/movimento e a capacidade do músculo em realizá-lo. Coordenação motora é a qualidade de conseguir controlar a intensidade e velocidade dos movimentos.

Podemos classificar a coordenação motora como grossa e fina:

Coordenação motora grossa: é o envolvimento de grupos musculares maiores em atividades como correr, pular, chutar, subir e descer escadas, desenvolvidas a partir de um plano sistemático de exercícios e atividades.

Coordenação motora fina: é a estimulação e solicitação de músculos pequenos (mãos e/ou pés) ao desenhar, pintar, manusear pequenos objetos, realizando movimentos precisos e delicados.

A coordenação motora pode ser observada desde a infância, quando a criança deve ser estimulada a desenvolver sua coordenação. Mas não é somente em crianças que se desenvolve a coordenação motora. Em idosos ou pessoas que tenham limitações físicas, é importante estimular a coordenação motora como parte do programa de condicionamento físico. Com o auxílio de um profissional, a pessoa desenvolve os grupos musculares e exercita o cérebro para conseguir manter o equilíbrio e realizar atividades que requerem movimentos precisos, fortes e rápidos.

Um programa de atividade física regular deve ser elaborado pensando na evolução das valências físicas exigidas, do mais simples ao mais complexo, do mais leve ao mais intenso. A execução de qualquer movimento pode ser intensificada apenas aumentando sua complexidade ao exigir maior coordenação motora.

Um simples e bom exemplo é a execução do supino e suas diferenças em realizá-lo com o mesmo peso em máquina guiada, barra e halteres. A exigência e a complexidade em realizar um simples movimento apenas aumentando a necessidade de equilíbrio, faz com que a intensidade de execução também aumente.

A realização de exercícios em uma escada plana desenhada no chão pode aumentar sua complexidade realizando o mesmo exercício mudando o plano, colocando um step por exemplo, pois além da realização do movimento para um lado e para o outro, frente e costas, exige também para cima e para baixo.

Para uma evolução adequada de forma harmônica das valências físicas e melhora da performance humana (da saúde ao esporte de alto rendimento), a realização de atividades envolvendo mais que uma valência física e feita em forma de circuito é muito eficaz. Combinação entre exercícios de força dinâmica para grandes grupos musculares (agonista/antagonista) combinado com exercícios de coordenação motora possibilitam evolução rápida e segura.

A realização constante de exercícios de coordenação em um programa regular e programado de condicionamento físico, aumenta a sua precisão e eficiência dos movimentos, ajuda na melhora da agilidade e atenção, auxilia na prevenção de lesões e diminui riscos de aparecimento de doenças senis.

Comentários:

publicidade